O que é coqueluche ???

Olá pessoal !!!
como vocês sabem minha  filha teve coqueluche 
e minha prima trabalha num hospital público e disse que está em surto
mais de 30 caso só no hospital que ela trabalha 
atinge mais bebês de 0 a 3 anos 
e um dos sintomas são tosse , e o bebê fica roxinho (cianótico )
perde a respiração , a saturação da minha filha numa das crises chegou a 64%
ou seja ela poderia ter tido uma parada respiratória , mais deus é maravilhoso 
e ela não tá 100% mas ta caminhado 

Sobre a coqueluche 
A coqueluche, também conhecida pelos nomes pertussis, tosse comprida, tosse com guincho e tosse espasmódica, é uma doença bacteriana que atinge o sistema respiratório cujas complicações - convulsões, pneumonias e encefalopatias - podem levar o indivíduo a óbito.

Causada pelas Bordetella pertussis e B. parapertussis, é disseminada por meio de gotículas e aerossóis de saliva e, no organismo, lesa os tecidos da mucosa. Seu período de incubação varia entre cinco e vinte e um dias.

Os primeiros sintomas são semelhantes aos da gripe e consistem em tosse, coriza, febre e olhos irritados: pertencentes ao estágio catarral. O próximo estágio, paroxístico, se desenvolve cerca de duas semanas após o anterior e tem como característica acessos de tosses sucessivas, com intervalos variáveis. Estas podem estar acompanhadas de muco, e a ocorrência de vômito é possível.

Tais eventos duram alguns minutos, a cada crise, e impedem que o indivíduo respire até que se encerrem. No término, o fôlego é retomado, geralmente por um “guincho respiratório”. As crises tendem a ser mais frequentes no período noturno.

Cerca de seis semanas após o início da manifestação da doença, os sintomas começam a desaparecer, progressivamente, até seu término: estágio de convalescença.

Essa doença bacteriana é mais grave quando ocorre em crianças com poucos meses de vida, já que a resistência dessas é menor e a falta de oxigênio momentânea pode afetar o organismo. Desta forma, em alguns casos, a internação é necessária. 
Para diagnóstico, a observação do paciente e de seus sintomas é necessária. Exames de sangue e, em alguns casos, cultura das secreções a fim de identificar a presença da bactéria no organismo, complementam o exame.

O tratamento deve ser feito sob orientação médica e consiste basicamente no uso de antibióticos. Quanto à prevenção, o uso precoce da vacina é imprescindível. Em crianças, ela é distribuída gratuitamente em postos de saúde e é feita em três doses (aos 2, 4 e 6 meses de idade) e dois reforços (aos 15 meses e aos 4 anos), mantendo a imunização por aproximadamente dez anos.

por isso pessoal todo cuidado é pouco, nas crises de tosse da vontade de chorar de vc não poder fazer nada 
Graças a deus essas crises pararam,
espero ter informado e ajudado vocÊs 
beijos 

2 comentários:

  1. vixe amiga
    já tinha ouvido falar sobre o assunto assim por isso
    mais lendo parece bem serio
    e da pra enganar muitas mamães
    fico feliz por sua princesa estar melhor
    Linda tarde

    beijokas da Nanda

    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  2. Ótimo post
    Conheço uma bebê que teve
    Graças a Deus já esta melhor
    Bjs
    http://soumaeecinco.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Aqui você pode comentar o que quiser , e não esqueça de deixar seu link para que eu possa retribuir ,Beijos